sábado, 4 de maio de 2013

Sunday morning

Sunday Morning Richmond Surrey - John Edward Goodall
O silêncio invade a casa e minha alma: a massa de desprende  dos meus dedos enquanto os pensamentos alçam voos maiores. Um gato se esfrega nas minhas pernas, e outro se espreguiça ao Sol: molho as plantas e sinto a pele se aquecer. 
A roupa seca no varal e o barulho da máquina de lavar, com sua cadência ritmada, confortam e acalmam.
Ouço sua respiração pesada no quarto e ela me tira da solidão. Ainda assim, agradeço a sua inconsciência: ela me permite desfrutrar da minha companhia e me reconciliar comigo mesma. 
Em pensamento, tomo decisões, faço planos e mudo o mundo - enquanto o cheiro gostoso do bolo assando invade os sentidos. 
Um sentimento de plenitude me invade e o simples ser me basta.
Quem dera todos os dias fossem manhãs de domingo!

3 comentários:

AnaCristina disse...

:-)

Anônimo disse...

Muito lindo!!!

Adelaide Araçai disse...

E porque não???
Será que este simples momento não pode se eternizar pelo menos em nossas sensações??/
Abraços