segunda-feira, 8 de outubro de 2012

"O amor é bom, mas é melhor o sono." (Fernando Pessoa)


 Uma boa noite de sono, para nós, é a tradução mais literal que eu conheço de amor verdadeiro. É encantador ver como nossos corpos se movem para se encaixar, e como eles se procuram naturalmente, quase como se fossemos um o satélite do outro. Com esse meu sono leve, nada me deixa mais feliz do que acordar ao perceber que suas mãos procuram minha pele por baixo da roupa ou como nós quase caímos da cama porque não conseguimos ficar longe um do outro. Me emociona ver que, enquanto você dorme profundamente, se eu te beijo, ou falo que te amo, você sempre retribui. Não importa quão tarde você vai deitar, ou quão cedo o durma: é de sorrir ver que nós sempre acabamos na mesma sintonia. Você fica tão bonito dormindo, o rosto tão calmo, como o menino que eu conheci seis anos atras, que às vezes me dói sair para trabalhar e perder a nossa dança nos lençóis. Confesso que às vezes até seu ronco me parece encantador, pois se estou inquieta ou com insônia, o barulho ritmado da sua respiração me acalma e eu consigo cochilar, mergulhada na paz e tranquilidade que você emana. Você é meu bálsamo, meu polo positivo, meu sossego.

6 comentários:

Adelaide Araçai disse...

Sabe que sou assim...adoro dormir de conchinha...rsrs

Abraços

Kinha disse...

Tão bom dormir abraçadinho...

Lis S. disse...

Nossa, que lindo! Eu pensava que as pessoas dormiam assim só nos filmes. Eu e meu esposo somos muitos carinhosos um com o outro, mas na hora de dormir somos mto independentes, cada um com seu lençol, cada um no seu canto, nada romântico, né? rs...

Lindo texto, bjos!

MYSS disse...

Eu sei exatamente do que você está falando...é amor mesmo!!!

patty disse...

Ai, que romântico!

Lele Dantas disse...

Estou começando a entender isso. Quando não estou com ele, é como se estivesse um vazio. Surreal.