terça-feira, 29 de outubro de 2013

Guerra contra as espinhas

Bom dia meninas! Acho que não comentei com vocês, mas eu nunca tive espinhas. Nunca mesmo, nem na adolescência, minha pele sempre foi de pêssego, igual a de mamãe. No último ano, no entanto, tive um problema hormonal um pouco delicado, e como consequência a parte de baixo do meu rosto pipocou. 
Não sou particularmente vaidosa, mas essas espinhas me deixaram desgostosa, até porque elas ficaram coçando e doloridas. Assim, tive que voltar na dermatologista para pedir algo que pudesse me ajudar. Para começar ela receitou espirolactona, que eu vou tomar todos os dias por três meses e depois fazer o retorno:


As minhas espinhas começaram a secar e não apareceram  outras novas, então acredito que esteja funcionando. A doutora Mariana me explicou que quando temos acne apenas na parte da rosto, normalmente ela está relacionada com problemas hormonais, vocês sabiam dessa? Segundo Dr. Google a espirolactona é um remédio para o coração, mas tem sido usado com sucesso nesse tipo de acne. Nos primeiros dias tive bastante dor de cabeça, mas agora (um mês de uso) não tenho tido nenhum efeito colateral.


Para uso tópico a doutora receitou Epiduo, que é composto do nosso amigo íntimo peróxido de benzoíla e adapaleno, um ácido retinoico que é ótimo para prevenir o envelhecimento da pele. Gostei da consistência do produto, e ele é bastante eficiente: minha pele está com um aspecto bem melhor. Nos primeiros dias a pele descamou, ficou um pouco vermelha e ardeu como se tivesse pegado sol demais. Agora já está bem melhor.


Por falar em sol, minha dermatologista me receitou um protetor solar ótimo: Act Sun. Ele tem pigmentação e na pele se assemelha bastante a um prime (é o que dizem, vocês sabem que eu não uso maquiagem e nem sei direito o que é prime rs). O fato é que além de proteger a pele ele disfarça as espinhas em tratamento e também minhas olheiras. Para quem não usa maquiagem no dia-a-dia é  ainda melhor. E o precinho é  bem camarada perto de outros protetores do gênero: paguei 35 dinheirinhos na Derma doctor e chegou super rápido.

E sim, eu sou do tipo que olha todos os medicamentos no google antes de começar a usar, me pegaram!

5 comentários:

Fazendo arte disse...

Mayara, sou solidária: tive MUITAS espinhas por toda a adolescência e boa parte da minha vida adulta. Já tomei e passei de tudo, pode acreditar!! Espero que as tuas desapareçam rapidinho! Quanto ao protetor solar, ele tem cheiro? Beijos, Lu

AnaCristina disse...

srsrsr eu tambem pergunto tudo pro tio google rsrs
tambem nunca fui de ter espinhas, mas ja reparou na minha pele, né?? cheia de pintinhas! mas voce viu minhas olheiras? nao sei mais o que fazer além de ignorá-las! nao sou muito vaidosa, mas sou cuidadosa....só que essas olheiras e mais o conjunto da obra ta me deixando com uma cara muito cansada! cara de velha ainda vai, to velha mesmo rsrs mas cara de cansada???!!! confesso, to cansaderrima, mas nao é pra todo mundo saber....rsrs PONTO FINAL

Patricia Helena disse...

Gostei da dica do Epiduo. Boa sorte nessa guerra. As minhas não voltaram, mas estou com os produtos à mão para qq recaída. Bjs.

Lis S. disse...

Eu nunca tive acne forte, mas tinha algumas espinhas superficiais na testa, elas foram embora quando comecei a usar anticoncepcional.

Minha luta agora é contra a queda de cabelo, há cerca de 2 anos tenho tido uma queda forte, e a menos de 1 semana comecei um novo tratamento, estou confiante, mas ainda não foi descoberta a causa da minha queda.

Ah, o primer é um produto que as meninas usam antes da maquiagem, ajuda a fechar os poros e deixa a pele com uma textura mais lisinha, além de disfarçar de leve algumas imperfeições.

Boa sorte no seu tratamento! Beijos!

Cíntia disse...

Boa sorte no tratamento, ninguém merece acne! Boa dica essa do protetor :) beijosss