segunda-feira, 9 de julho de 2012

Blue skies are in my head


É engraçado como algumas coisas ficam pequenas quando postas em perspectiva, não? No final, por não ter encanamento, tive que passar uns dias (ainda estou passando, na verdade) na casa da minha mãe, e isso me fez um bem inesperado: conversar com a minha mãe e conviver com os meus irmãos, me trouxe uma calma. A Dona Myrthes me fez abrir os olhos e perceber que eu estava dando importância demais para os defeitos das coisas, e esquecendo de ver as qualidades que primeiro fizeram com que eu gostasse delas. Assim, comecei a segunda-feira com o pé direito e predisposição para ter um dia feliz: não vou brigar com ninguém do Departamento Municipal de Água e Esgoto e nem me estressar por ter que resolver tudo. Vou passar por esse dia com graciosidade e calma, e esperar que ele tenha mesma benignidade para comigo.
Uma imagem singela para homenagear a Tina, a quem eu não conheci, mas senti muito pela perda de todas as amigas blogueiras. Um céu azul de brigadeiro igual ao de Poços hoje, para recebê-la com paz e mansuetude. Toda a força e amor para a família.

2 comentários:

Ana Cristina disse...

o céu mais lindo do mundo!

Betty Gaeta disse...

às vezes é bom uma mudança de perspectiva. Eu me imponho ver as coisas por novos ângulos qdo as coisas estão muito cinzas.
Eu não tinha um grande convívio com a Tina, mas sofri muito qdo soube da notícia. Em 2 anos que blogo, esta é a segunda blogueira que morre!
xoxo

Gosto disto!