domingo, 17 de fevereiro de 2013

E quem, de verdade, sabe o que pensa outro ser humano?

Quando pensamos que conhecemos alguém muito bem é quando o outro tem mais facilidade em nos supreender. Achar que entende a linha de raiocínio, os valores ou ideias de alguem é perigoso: nos torna preconceituosos, pois nos damos ao direito de interpretar as palavras do outro por caminhos que nem ele nem tinha previsto antes de dizer. Se achamos alguém pretensioso ou arrogante, é possível que interpretemos tudo o que digam como afronta ou crítica pessoal, como se suas palavras fossem dirigidas a nos diminuir. É aqui que mora o perigo: por causa de nosso próprio complexo de inferioridade, percebemos o outro como hostil quando, às vezes, ele nem estava pensando que você se ofenderia com as palavras dele. Sabe o que isso demonstra? Que somos, lá no fundo, bastante egoístas para imaginar que as outras pessoas passam tanto tempo pensando sobre nossos defeitos e falhas quanto nós mesmos. Assim, um bom jeito de viver de maneira mais leve e saudável, é nunca incutir pensamentos ou intenções à outras pessoas, mesmo se acharamos que as conhecemos muito bem. Você evita atritos, confusões e desentendimentos apenas controlando sua própria imaginação.

3 comentários:

Patricia Helena disse...

Mayara, o que eu tive que aprender é: "eu não sou tão importante assim. Nem tudo é sobre mim". A vida fica bem mais leve qdo quase nada nos ofende, a não ser aquilo que é realmente uma afronta direta. E convenhamos, isso raramente acontece. Pelo menos comigo. Bjs.

Bruno Andrade disse...

Concordo com a Patrícia. Demorei um tempo pra entender que nem tudo era sobre mim e que eu não sou tão importante assim. Valeu a pena! Hoje vivo de forma muito mais leve e raramente me ofendo com o que os outros dizem (a menos, é claro, que seja uma ofensa direta e nominal!).

Adelaide Araçai disse...

Sabe que o único mundo que gira ao meu redor é lindo, onde todos são bons e os que não são bons não pertencem ao meu mundo...rsrs Sou desligada mas consigo ler postura e ações que por vezes contrariam as palavras ditas. Isso me faz não sofrer por antecipação e quando vem a critica, sempre penso no lado cômico da coisa...assim a vida fica mais fácil.
E eu continuo sendo feliz.
Abraços